Archive for the ‘Penso, logo Creio…’ Category

ME CHAMARAM DE PENTECOSTAL!!!!!
23/03/2010

Pra ser bem sincero, não é a primeira vez que me chamam de pentecostal… vou então esclarecer algumas coisas a meu respeito.

Primeiro:

Liberal: Aquele que diz que a Bíblia não é a Palavra de Deus mas contém a Palavra de Deus. Rejeitando assim a suficiência, inerrância e soberania das Escrituras Sagradas como Palavra de Deus a nós.

Pentecostal: Aquele que crê na Bíblia como Palavra e Revelação de Deus, mas acredita que Deus ainda se revela de forma pessoal e orgânica, “extra-biblicamente” da mesma forma que acontecia no AT e aos Apostolos.  Assim a doutrina reformada do Sola Scriptura também e rejeitada uma vez que nessa linha de pensamento a Deus não usa somente a Bíblia como sua Palavra. Também a idéia do Solo Cristo é rejeitada indiretamente, quando homens e mulheres (falsos profetas e profetizas) se colocam como um tipo de intercessores entre os crentes e Deus, tomando o lugar de Jesus Cristo.

Tradicional: Aquele que se preocupa com as tradições humanas em uma escala de importância quase igual a da Palavra de Deus (por mais que eles não admitam). É fácil de ver isso em detalhes tolos.  A “obrigatoriedade” de que o pastor só pregue de terno ou toga. O estilo de música e de instrumentos usados ou proibidos sem base bíblica de consistência, somente por gostos pessoais, a intocabilidade da estrutura ministerial de uma igreja, mesmo quando a mesma não foi divinamente inspirada e é somente uma estratégia humana (a qual não é por si só santa ou pecaminosa), só pelo fato de que “sempre foi assim”. etc…

Nessas três ramificações que eu considero as principais raizes do erro eclesiástico, nós encontraremos uma série de ramificações que não vou comentar mas cito: Cristianismo Contemporâneo, Neo Puritanismo, Racionalismo Cristão, Neo Pentecostalismo, entre outros.

Como então eu me definiria???

Sou Pentecostal – no sentido em que creio que o Espírito Santo de Deus, foi enviado e iniciou sua obra na Igreja de Cristo em uma festa dos judeus em celebração à colheita, chamada Pentecostes.

Sou Avivado – Porque creio no Deus Vivo, na ação da igreja de forma viva, vibrante e cheia de carisma.

Não sou Tradicional – Não uso terno, não uso toga… mas se tiver que pregar em uma igreja onde esses fatores de roupa sejam fundamentais pra não causar escândalo e pregar de forma clara e verdadeira a Palavra de Deus, eu uso sem medo nem preconceito. Não sou contra cânticos (sou contra musicas com letras equivocadas, repetições exaustivas e ritmos frenéticos), gosto de bateria, guitarra, palmas (mas não imponho nada disso se perceber que causará constrangimento e divisão a Igreja de Cristo).

Sou Reformado o que é o mesmo que dizer SOU CRISTÃO E TENHO A BÍBLIA COMO MINHA UNICA REGRA DE FÉ E PRATICA. – Busco diariamente me orientar pela Palavra de Deus e somente por ela, não creio em “profetadas” e tenho plena convicção que sou pecador, erro e preciso diariamente me arrepender do meu pecado e me submeter a Cristo.  Vivo pelo Reino, mesmo as vezes vacilando.  Creio que os símbolos de fé de Westminster são correta interpretação das Escrituras Sagradas, mas ao mesmo tempo, nenhuma confissão de Fé humana, por mais que seja de bom conteúdo, foi divinamente inspirada e tem valor igual ou parecido com a Santa Palavra de Deus.

os outros títulos ou nomenclaturas que forem a mim atribuídos, ficam por conta de quem está vendo do lado de fora…

O mais importante pra mim na verdade é ser chamado de Filho do Altissimo, Servo de Cristo, Ministro do Evangelho, Eleito do Pai, Salvo pela Graça…

Soli Deo Gloria

Anúncios

“Extra Muros” … !?!?!?
22/02/2010

Quando digo que falo fora de um molde, livre de algum tipo de estereótipo, não sei ao certo se estou sendo coerente.

O fato é que todos estamos dentro de algum tipo de “muro”, de “molde”.  Não existe algum tipo de “folha em branco”.

Pensando nisso então, comecei a meditar em quais são os meus moldes. O que de fato dita meu pensamento e assim sendo, a forma que tenho de escrever, de falar e de conduzir minha vida de um modo geral…?

Não posso me enganar e deixar de dizer pra quem vista meu Blog (ultimamente não são tantos assim) que tenho todo um background de pensamentos, visões, referencias, que moldam meu pensamento. Assim como qualquer outra pessoa.

E quais seriam essas referencias?

Hoje vou me ater a primeira das 5 frases que definem a essência da Reforma Protestante

Sola Scriptura: Somente as Sagradas Escrituras, a Bíblia, são verdadeiramente a Palavra de Deus.  A Bíblia é suficiente, por isso os chamados “apelos evangelisticos”  são fora de propósito, porque a simples exposição do texto bíblico, ja é arma poderosa e eficaz, a qual através do poder do Espírito Santo de Deus é que pode converter os corações de homens e mulheres a Cristo.

A Bíblia também é inerrante, não tem falhas, não se contradiz. Não importa qual é a afirmação liberal e ou neo-ortodoxa que venha de qualquer lugar do mundo (principalmente de teólogos alemães), eu não tenho medo de dizer. A Bíblia é a Palavra de Deus e só a Bíblia é a Palavra de Deus. Perfeitamente aplicável as nossas vidas hoje e sempre será.

Defendo como um cristão protestante que sou, herdeiro da doutrina dos reformadores europeus, que a Bíblia é minha única regra de fé e pratica. Sim, tudo aquilo que Deus tem para minha vida, em todo e qualquer momento, foi revelado através do tempo por Deus, e por sua mão providente, foi escrito, copiado e preservado para a glória do nome de Deus e a edificação da sua igreja.

Como diz o corinho que aprendi na minha infância, “leia a Bíblia e faça oração se quiser crescer”

Não há como escrever nada nesse BLOG se não for amparado pelo ensino bíblico.

amanhã contarei pra vocês sobre o segundo “molde” da minha vida, e por conseqüência, desse BLOG

“Extra Muros” tem na verdade CINCO MUROS… OS CINCO “SOLAS”

Abraço a todos

Era uma vez…
18/02/2010

Parece até que foi uma “estórinha” que se conta pra uma criança dormir… (claro que se alguns detalhes fossem excluídos facilita para as crianças não terem pesadelo).


Mas depois de um tempo proveitoso no Piauí, ali no STNE em Teresina, voltei para Belo Horizonte, onde hoje pastoreio uma igreja maravilhosa, ainda como Licenciado pelo Presbitério Belo Horizonte (para aqueles que não estão acostumados com as terminologias da IPB, depois eu explico).

Depois de muita correria e de muita dificuldade, eu consegui vencer. Digo que eu consegui, mas é claro que foi Deus quem venceu por mim. Na verdade, tenho plena consciência que a mão poderosa do Senhor foi quem me derrotou. Cristo triunfou sobre meus pecados, sobre minha preguiça, sobre minhas limitações e me presenteou com o diploma de teologia no Seminário Presbiteriano do Nordeste (Teresina, Piauí)…. nada mais a dizer do que Soli Deo Gloria.

Agora pretendo pelo poder do Espírito Santo, retomar meus textos, posts… seja o que for, tudo pra glória e louvor do nosso Deus…

Esse Blog na verdade tem esse compromisso, de tratar de assuntos pertinentes a vida cristã. Fico muito feliz de ver os registros desse Blog e perceber como muitas pessoas visitaram e vários comentaram. Sem dúvida o Post mais acessado foi “Porque Mentira já não é mais Pecado?”, onde trato do assunto da falsa declaração de vários adolescentes quanto a idade no site de relacionamentos ORKUT. Tenho visto e ouvido muita coisa boa como resultado desse post, mas ainda é claro que tem gente que discorda… “Fazer o quê!?!?”

Continuarei então a postar textos que refletem aquilo que Deus nos ensina, tendo somente um ponto de referencia para aquilo que creio e que escrevo, que nada mais é que a Biblia, a Palavra de Deus e unica verdadeira revelação da vontade de Deus para seus filhos e filhas.

Que Deus possa nos abençoar

Ludgero Neto

sim, Deus é PESSOAL…!
22/06/2009

Um breve paralelo em um Deus pessoal e um “deus” sem personalidade:

DESPERSONALIZADO

Pecado – Quebra de uma norma

Arrependimento – Admitir culpa

Perdão- Cancelar a penalidade

– Acreditar num conjunto de pressuposições

Vida Cristã – Obedecer Normas

PERSONALIZADO

Pecado -Trair um relacionamento

Arrependimento – Pesar sobre a traição pessoal

Perdão- Renovar um relacionamento

– Comprometer o próprio eu com uma pessoa

Vida Cristã – Agradar ao Senhor, uma Pessoa

te fez pensar…? ótimo!!!

(extraído do livro “O Universo ao Lado” de James W. Sire – United Press)

Fortalecimento Espiritual
11/06/2009

"com que roupa... ?"

"com que roupa... ?"

Efésios 6: 10 a 19 –  ARMADURA DE DEUS.

Precisamos mesmo nos fortalecer em Cristo?   Essa resposta é fácil… SIM!

Como devemos nos fortalecer espiritualmente?  Essa resposta já não é assim tão simples…

Temos nós nos fortalecido ADEQUADAMENTE em Cristo?… Pra muitos a resposta é “Infelizmente não…”  (leia e perceba por que eu já respondi isso pra “você”)

Conceitos militares estão por toda a Bíblia e olhando esses conceitos de forma bíblica, poderemos deixar de lado o dicionário da língua portuguesa e nos ater a forma como Deus ensina tais conceitos nas Escrituras.

Quando Paulo escreve a igreja de Éfeso, ele encerra sua carta de inúmeras recomendações dando a formula espiritual de seguir tantas orientações humanamente difíceis, ele “dá” para os crentes uma “armadura”, composta de cinto, couraça, calçados, escudo, capacete e espada.

Esses seis itens são indispensáveis, e não podem ser usados “um sem o outro”, prestem atenção na ligação dessa idéia.  Deus usa muito Paulo ao inspirá-lo a escrever dessa forma não só aqui.

Quando Paulo escreve à igreja da Galácia, ele faz outra analogia, a do “Fruto do Espírito” e da mesma forma que não são frutos, portanto não se separam, é um fruto (“o fruto é…”) assim também na carta aos efésios ele fala sobre “a armadura”, isso quer dizer, um equipamento completo e único, não podendo ser usado em partes, tipo, você lê a Bíblia, mas ora pouco, você prega o evangelho, mas sua fé é instável, ou você busca a justiça, mas não leva uma vida firmada na verdade.  É um equipamento completo, não se adquire em partes, peças, não! É inteira ou não é nada.

Mas prestem bem atenção no que são:

cinto da VERDADE – couraça da JUSTIÇA – calçados do EVANGELHO DA PAZ – escudo da FÉ – capacete da SALVAÇÃO – espada do ESPÍRITO, que é a PALAVRA DE DEUS.

Esse sublime equipamento é na verdade todo procedente de um só local, um só “material de confecção”, uma só “forma”, a Bíblia Sagrada.

Obviamente que Paulo quando escreveu essa carta os crentes de Éfeso, o cânon das Escrituras ainda não havia sido completo. Os textos bíblicos de autenticidade e autoridade apostólica não haviam todos sido escritos e não estavam as igrejas da era primitiva de posse de tais documentos divinamente inspirados.  Mas Paulo faz aqui uma alusão a tudo que provém da “Boca do Senhor” de todas as coisas que não podem ser conquistadas se antes não forem gratuitamente a nós ofertadas pelo divino sopro de Deus.

Façamos então uma breve análise de cada item dessa armadura:

JUSTIÇA – Daniel 9.7: “A ti, ó Senhor, pertence à justiça…”; Miquéias 7.9: “… Ele me tirará para a luz, e eu verei a sua justiça.” João 16.8: “… convencerá o mundo do pecado, da justiça…”; Atos 17.31: “… há de julgar o mundo com justiça…”

Justiça é a declaração de que alguém está de acordo com a Lei, ou dizer que uma pessoa está em retidão, sem culpa. Entender a Justiça de Deus em nossa vida é compreender que em Cristo, toda a condenação foi paga, e por isso nós, os seus eleitos, não mais devemos qualquer coisa diante de Deus.

Vem dEle, pertence a Ele, Ele é a JUSTIÇA.

VERDADE – João 14.6 “Eu sou o caminho, a verdade e a vida…”; Efésios 4.21: “… instruídos, segundo é a verdade em Jesus…”; Daniel 4.37: “… louvo, exalço e glorifico ao Rei do céu, porque todas as suas obras são verdadeiras…”

Cristo é, as obras do Rei do céu são e é nessa VERDADE, que somos instruídos.

Não há Verdade fora de Cristo, fora da sua Palavra, fora de uma vida de intimidade com o Pai através de Jesus. Não há verdade na ciência que usa de seus talentos pra buscar um mundo sem Deus, onde reina a “razão” ou em um tipo de abordagem psicológica que desconsidera um Deus Criador e totalmente SOBERANO, ensinando homens e mulheres a alcançar por si só as respostas e vitórias nessa vida.

EVANGELHO DA PAZ – cabe aqui uma nota rápida:  Evangelho da Paz pode ser mais bem entendido se o considerarmos como as Boas Novas da Reconciliação. Paz é na verdade, de acordo com a perspectiva bíblica, sinônimo de reconciliação, e não de “sentimento de alívio” ou “conforto no coração”… Percebe agora porque Cristo fala “Deixo-vos a paz, a minha paz vos dou; não vo-la dou como a dá o mundo. Não se turbe o vosso coração, nem se atemorize.” (João 14.27) (ok, eu sei q a nota era pra ser rápida).

1 – A paz que o mundo deseja não é a paz de Cristo

2 – A paz do mundo são sensações e sentimentos de alivio, ou ausência de problemas.

3 – A paz de Cristo é a reconciliação com Deus, a ausência de inimizade de Deus pra com o homem e do homem pra com Deus (Rom. 5. 1 10 e 11)

É por isso que o versículo de João termina dizendo pra que NÓS não tenhamos medo nem deixemos nosso coração se abalar. SIM… Se Ele nos reconcilia com Deus nos redimindo do pecado (isso é a paz de Cristo), não precisamos ficar ansiosos e ter medo, nem ficar com o coração agitado esperando que caísse do céu como um “toque de mágica” algum tipo de sensação de alívio.

FÉ – Que tipo de “escudo” é a Fé? Porque afinal, tem tanta gente por aí pregando tanta subjetividade quando o assunto é fé (aliás, eu preciso logo escrever sobre a MENTIRA de satanás sobre esse anseio desenfreado que vivemos na eterna expectativa de sentimentos e sensações… essa é provavelmente a maior cadeia de maldição e sofrimento na vida de muitos crentes ainda hoje… como eu odeio satanás!).

Vamos começar no óbvio, Hebreus 11. 1: “Ora, a FÉ é a certeza de coisas que se esperam, a convicção de fatos que se não vêem.”

O “Escudo da Fé” nada mais é que a convicção em Cristo, pela Palavra de Deus, que tudo aquilo que se espera, mesmo que ainda não se veja elas acontecerão. Usar tal convicção nos afasta das setas do maligno do tipo:  “você não é inteligente suficiente, não tem condição de passar nessa prova”, ou, “ele não te ama de verdade, você nunca será amada por seu marido como você merece”, também, “essa vida é muito cansativa, nada satisfaz a gente, é melhor desistir agora, porque você nunca será feliz mesmo” além é claro de “Deus não vai ver, manda brasa…”, “Cristo já não te aceitará mais, você pecou além do limite” e coisas dessa linha. Setas do engano que caem por terra quando nós nos apegamos a Palavra de Deus com tão convicção que somos protegido por esse escudo espiritual, o qual é impenetrável.

SALVAÇÃO – Pra mim, só me deparar diante dessa palavra, “Salvação”, já traz um sentimento de profunda alegria ao meu coração.

Salvação pra mim lida com todo o conceito de perdição, é o antônimo mais direto que posso encontrar e ao olhar pra dentro de mim e ver o quão pecador eu sou, não há como não louvar a Deus com todas as minhas forças, pois essa perdição da qual Cristo me resgatou, consumia toda a energia da minha vida, toda a vontade de viver.

O salmista trata sobre a salvação de sua alma de uma forma sublime no Salmo 40, quando no versículo segundo ele afirma assim: “Tirou-me de um poço de perdição, de um TREMEDAL DE LAMA…” (ênfase minha). É assim que me sinto diante de Deus! O buraco fundo, sujo e mal cheiroso de onde Deus me resgatou é sem duvida alguma algo que pode ser descrito como um “tremedal de lama”, um brejo, um atoladouro, uma pântano… Assim era minha vida envolta no pecado.

Quando Cristo vem, podemos sem duvida confiar nessa Salvação e dizer: “… colocou-me os pés sobre uma rocha e me firmou os passos”, ALELUIA!

Apocalipse 7.10 nos dá uma “chave de ouro” pra fechar essa idéia: “ao Cordeiro pertence à SALVAÇÃO”.  Cristo a tem em suas mãos, e nós NEle, a recebemos gratuitamente, e assim o coração se regozija na salvação que vem de Deus (Salmo 13.5).

Com esse CAPACETE, não tem como nossa mente ser atacada pela “razão” do mundo, cheia de subjetivismo e ceticismo.

Espada do ESPÍRITO, que é a PALAVRA DE DEUS – Sabe qual é uma das grandes alegrias de satanás (obvio q ele não me contou, mas é assim que eu vejo)? É ver a poeira acumulando em nossas bíblias. O fato é que a Palavra de Deus, e por isso, compreendo a Bíblia Sagrada, a qual é nossa única regra de fé e pratica, é a ESSÊNCIA  de toda essa armadura, e não há como essa “Espada” ser usada pelo Espírito Santo de Deus, sem estar firme nas Sagradas Escrituras.

Em primeiro lugar, quando pensamos em “espada” vem a nossa mente uma arma longa, pontiaguda como nos filmes de guerras medievais (ou a espada do Rei, nos “Senhor dos Anéis”), contudo a palavra grega aqui nesse texto descreve outra espada, a qual na verdade era uma espada não pra o combate de longe, mas para a luta “corpo a corpo”, a palavra grega colocada aqui por Paulo, é o nome de uma espada pequena usada pelos romanos e que era curta e larga. Com uma espada dessas o soldado não mutilaria um braço em meio à luta, ou arrancaria fora a perna de um inimigo, com essa espada, numa luta próxima, o soldado romano perfuraria de forma letal, algum órgão interno de seu oponente, pois essa espada era usada pra penetrar as brechas de uma armadura e aniquilar de uma vez por todas o inimigo.

UAU!!!  é pra isso que serve a Bíblia!?!?!?  SIM!!!!!!!!!!!!

Para ANIQUILAR DE UMA VEZ POR TODAS O INIMIGO.

Nós não lemos a Bíblia porque não fazemos idéia da poderosa arma que temos. Alguns ainda incorrem num terrível erro de buscar uma ação do Espírito Santo sem nenhum tipo de fundamento bíblico, como que se o Espírito Santo fosse algum tipo de “fantasma” ou “poder do além” que a gente liga e desliga como no interruptor da luz do nosso quarto. Não é assim.

Paulo aqui vem ensinar aquilo que Jesus já havia ensinado quando confrontou os saduceus (Mateus 22. 29) que ao não conhecermos a Palavra, não conhecemos o Poder de Deus… Manusear bem essa “Espada” é conhecer verdadeiramente o Poder de Deus.

(para os meus amigos pentecostais…) quer Poder verdadeiro e infinito…? LEIA A BÍBLIA!

O fato é que toda essa armadura, como eu já tinha afirmado anteriormente, é toda firmada nas Escrituras. Não tem pra onde fugir.

Todas as partes dela são Palavra de Deus, estão claramente reveladas a nós na Palavra de Deus. Podemos então facilmente ser treinados e revestidos de tal armadura em nossa busca diária e intensa da presença de Deus em nossas vidas através da Leitura da Palavra e da Oração.

Ao mesmo tempo, sem a Santa Palavra de Deus sendo renovada em nossos corações diariamente, nós NUNCA, prestem atenção, NUNCA derrotaremos o pecado e seremos livres das ciladas de satanás.

John Piper disse mais ou menos assim em um sermão seu que eu assisti outro dia no Youtube:

Satanás te odeia e quer te matar, ele é milhões de vezes mais forte que eu e você, e tem gente que ainda não quer usar a armadura de Deus e tenta vencer por suas próprias forças…?

Não tem saída pra você meu irmão e irmã, ou luta, ou morre… Não quero dizer q vai perder a salvação (não sou arminiano), mas vai sofrer muito até Deus te ensinar a lutar com as armas que Ele te dá… Claro, você pode evitar sofrimento desnecessário LENDO A BÍBLIA!

A ARMADURA DE DEUS está disposta pelo Pai, em Cristo, pelo Espírito, na Palavra!

Ou nós a usamos diariamente, ou seremos derrotados… Diariamente…

Deus tenha misericórdia de nós.

Parei… pensei…
06/06/2009

Bem gente, mesmo que não pareça, eu leio meus proprios “posts”, aí esses dias tava analisando mais de perto o ultimo post de titulo: “O que é sofrer?”

Vi que fui infeliz em algumas colocações e mesmo com alguns comentários muito legais (valeu Marquinhos), percebi que o que realmente de bom veio dessa mensagem foi mesmo o comentário deixado pela minha querida conselheira Ana.

sendo assim, achei melhor tirar o post e deixar agora só o edificante texto da Palavra de Deus.

Que Deus possa abençoar a todos

 

“Querido Neto. Te deixo Paulo escrevendo ao Coríntios em sua 2º Epístola cap 1 vs 3 a 6: ‘Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, o Pai de misericórdia e Deus de toda consolação! É ele que nos conforta em toda a nossa tribulação, para podermos consolar os que estiverem em qualquer angústia, com a consolação com que nós mesmos somos contemplados por Deus. Porque, assim como os sofrimentos de Cristo se manisfestam em grande medida a nosso favor, assim também a nossa consolação transborda por meio de Cristo. Mas, se somos atribulados, é para vosso conforto e salvação; se somos confortados, é também para o vosso conforto, o qual se torna eficaz, suportando vós com paciência os mesmos sofrimentos que nós também padecemos’. Deus continue a te abençoar e fique firme. Um grande abraço com muito carinho Ana Cruz”

Jesus Cristo é ontem, hoje e sempre será o Senhor da minha vida!

só de brincadeira…!?!?
21/05/2009

tirando uma soneca no alto de um paredão de 30 mts

tirando uma soneca no alto de um paredão de 30 mts

Medo… você tem???

Vou confessar uma coisa…

Tenho vários!

De altura, de cobra, de escuro, de levar susto…

E medo de viver você tem? Medo de sofrer? Medo de perder? de morrer?

Todos tememos isso não tem como negar.

 

Acontece que existem medos bons, criança sem medo por exemplo é um perigo. Medo é o que faz sermos cautelosos a diminuir a velocidade do carro e a não chegar tão perto da beirada ou tão fundo na água.

Pra alguns enfrentar medos é “radical” por isso que os chamados “esportes extremos” tem feito tanto sucesso, eu mesmo gosto de mais de ver as acrobacias de pilotos de moto, saltos de paraquedas com coreografias… mas eu não faria isso não…

Ao contrario do que parece, nossa geração não é uma geração destemida, uma geração “radical” ou “extrema” nem sequer batalhadora.  Somos fruto de uma sociedade passiva e somos cercados de orientações e avisos sobre vários e vários perigos. Entretanto, o maior medo é o medo trazido por experiencias da vida, que foi gerado por dores e falhas, que apareceu sem nem se perceber, que foi imputado não so por uma sociedade perturbada mas muitas vezes nos é ensinado dentro de casa pelos nossos proprios pais.

Você já reparou como a expressão “mas isso foi em outra época…” aparece muito nos nossos dias?

Quantos de nós sabemos que nossos pais não tinham nada quando casaram, passaram todo tipo de aperto e privação mas sobreviveram e são felizes…? Mas o contraditório é que agora a fala “sabia” passada pra nossa geração é: “tenha cautela”, “casamento não é facil”, “você precisa pelo menos de um diploma”, “não ta muito cedo pra pensar em casar?”. Contraditório e sinceramente, incoerente e hipocrita!  Conheço uma série de familias que tem uma otima vida e recursos financeiros mais que suficientes e sabe como “papai e mamãe” começaram a vida? do ZERO… meus pais vivem falando de como foram felizes morando num apartamento alugado, onde só tinham além de suas roupas, um colchão, um tapete, um fogão e uma geladeira… agora, você sabe o que muitos dos nossos pais que começaram do mesmo jeito falariam pra filhos que tomassem a mesma postura? No minimo chamariam de loucos ou irresponsaveis.

E quanto as lutas e conflitos no relacionamento…?

Bem, eu to morando esse ano num alojamento pra seminaristas aqui em Teresina (cuidado, tem gente que acha que seminário é lugar de santos e imaculados… você pode se escandalizar com meu testemunho), aqui tem gente de todo o tipo, de todos os lugares(Bahia, Minas, Ceará, Pará…) e com todo o tipo de personalidade.  Toda semana somos colocados em escalas pra lavar banhneiro, limpar corredor, tirar lixo, manutenção da geladeira e limpeza da área externa, e cada mes muda a equipe da escala, com isso são trabalhos diversos com gente diferente. Também temos quartos proximos e muitas vezes a musica que o colega gosta eu não gosto e vice-versa, mas a gente acabea escutando, uns dormem mais cedo, outros mais tarde, uns mais barulhentos e outros mais quietos… resumindo… é quase um “casamento”, obviamente que nas devidas proporções, temos que engolir muita coisa, ouvir e sair calado, perdoar e pedir perdão todos os dias, cumprir tarefas dificeis…

Onde eu quero chegar com isso? Num só ponto… Não é o casamento que é dificil, é a vida, prefiro um milhão de vezes ter conflitos com “minha esposa amada” (Deus há de confirmar) do que com esse monte de homem mal cheiroso (homem por natureza cheira mal… menos eu, é claro…) e todo o dia temos conflitos, lutas, vitorias e também derrotas. NÃO TEM COMO FUGIR!

O que eu to falando é que medo existe, problema existe, preocupações existem, mas que essa é a vida e não tem como mudar, não tem pra onde fugir e graças a Deus por isso! Sim, graças a Deus porque nas provações, nas lutas, somos por Ele moldados diariamente, e nas dificuldades percebemos claramente que se não forem as MISERICÓRDIAS DO SENHOR que como promete o salmista, “se renovão a cada manhã”, nós não teremos paz ou esperança.

Protelar nem se esconder é resposta e quando fazemos isso (eu infelizmente estive preso nesse medo de viver por 10 anos, garanto que sei bem o que estou te dizendo) nós acabamos sendo mais tristes e mais medrosos do que antes… sério gente, eu to falando que vivi muito tempo atrasando tudo na vida, pra evitar ser o inevitavel. Sabe o que aconteceu… nada, fiquei mais careca e mais barrigudo do que antes, só.

Não evitei a dor, não consegui dinheiro, não mudou o fato de que hoje eu estou enfrentando lutas que algumas vezes me tiram o sono ou me levam as lagrimas…

pensem comigo:

Mateus 6: 25 a 34, é onde Cristo Jesus, no sermão do monte, está ensinando sobre a ansiedade, ele mostra que não adianta ser ansioso, porque nós não temos poder de controlar nossas vidas nem de tirar ou acrescentar nada a elas.  Mas perceba aquilo que Jesus fala e Mateus escreve no versículo 24: “ninguem pode servir a dois senhores…” e começa o versiculo 25 dizendo: “por isso”.

Porque não devemos temer, nem ter ansiedades, é porque se nos rendermos a eles, estaremos em pecado, estaremos olhando pra nós e nos servindo, sendo nós mesmo senhores das nossas vidas e desprezando o senhorio de Cristo! UAU!!!!

Viver não é brincadeira

Viver não é facil

e como eu acho q os poucos que lerão esse texto são crentes eu posso dizer:

Viver é entrega, renuncia, é total dependencia em Deus.

Case-se, tenha muitos filhos, mude de cidade, passe dificuldades financeiras, acredite que tudo dará certo, confie em Deus…

mesmo quando (assim como eu) você não conseguir acreditar em nenhuma dessas palavras…

 

Ele é… nós não!

TOMANDO POSSE DA BENÇÃO
21/05/2009

Calma gente, eu não sou pentecostal…

Mas afinal, porque só os chamados “pentecostais” podem usar esse chavão e usa-lo de uma forma tão equivocada?

Porque eu e você não podemos entender que a Biblia nos fornece base pra “tomarmos posse da benção”?

O fato é que nós não temos o foco certo…

nosso foco é na benção e o que Deus quer de nós é que nosso foco seja em Cristo, afinal não há nem no céu nem na terra nome acima do nome de Cristo, nem benção alguma nessa terra passageira maior que a libertação do pecado e da morte conquistados no calvário.

Nossas dores e sofrimentos nos fazem egoistas, queremos uma resposta rapida e indolor. Nossos pensamentos nos traem e nos fazem que nos sintamos vitimas e por causa de nossa natureza pecaminosa, projetamos a responsabilidade de nossos atos e falhas no externo, no trauma, no incontrolavel, na omissão do proprio Deus.

Não é que você seja assim: SOMOS ASSIM!!!

Por isso que quando olhamos para a Biblia ou ouvimos uma musica ou uma pregação, nossas mentes correm direto para a “benção”, isso quer dizer, procuramos aquilo que nos aliviara o mais rapido possivel de nossas dores e nos livrará de nossos dilemas.

Mas se olharmos de uma forma completa nas Escrituras, tirando nossa mente egoista de foco, nós podemos começar a ver aquilo que verdadeiramente o é.

“Tomar Posse da Benção”, é entender que a benção em si, nada é sem o Deus da benção.

Olhe por exemplo o texto de Isaias 41:10

“Não temas, porque eu sou contigo; não te assombres porque eu sou o teu Deus; eu te fortaleço, e te ajudo, e te sustento com a minha destra fiel.”

Quais são as bençãos explicitas nesse texto?

te fortaleço, te ajudo e te sustento… certo?

ERRADO

A centralidade da benção do Senhor, é o fato de “estar conosco” e ser o “nosso Deus”.

Lembra de Moisés? “Se a tua presença não vai comigo, não nos faça subir deste lugar” (Ex. 33:15). Deus libertou o povo, prometeu a terra, prometeu que Israel seria guiado em paz para a terra prometida, mas aqui Ele diz a Moisés que Ele não irá com o povo, por causa do pecado do povo Deus retirará sua presença do meio d povo, então Moisés clama pela presença de Deus.

Moisés sabia que sem Deus, sem sua presença em nossas vidas, não tem valor nenhum qualquer benção que possamos imaginar, não tem valor algum cura fisica e/ou espiritual, nem terra prometida nem nada. So a presença de Deus tem valor.

Tome posse da benção

Busque intensamente a presença de Deus… como???

com certeza não é com um copo de agua em cima da televisão na hora do programa do “bispo”…

busque na Pavra e na Oração… mas o como… eu explico mais no proximo post desse blog

prometo q não demoro

Deus abençoe a todos

Porque MENTIRA já não é mais PECADO?
14/03/2009

Como vários de vocês já sabem, eu resolvi ficar um tempo sem usar o nosso “idolatrado” ORKUT.  Fiz isso mais por preguiça de todo o dia conferir se tem “scrap” e coisa do gênero e não por nenhum ideal filosófico ou religioso.

Contudo, desde que me mudei para Teresina, percebi que usar esse programa me aproxima mais dos amigos tão distantes, através das fotos e dos recados a gente ta sempre dando um “update” nas informações dos amigos e etc.  Resumindo, voltei!

O que me deixou intrigado foi no exato momento em que estava reativando uma antiga conta, fui questionado pelo site gerenciador do Orkut, sobre minha idade, e também tive que marcar afirmando positivamente que sabia que o site era proibido para menores de 18 anos, e que eu estando ciente disso só poderia me filiar a esse site de relacionamentos por ser maior de 18 anos…

Pra mim que já tenho 29 anos de idade, foi fácil, pois minha data de nascimento foi devidamente aceita pelo site e eu pude sem qualquer problema de consciência, me filiar ao Orkut e marcar que estava ciente quanto à norma de maioridade desse site em questão.

 

O que me intriga é o fato de ao entrar nesse site, e acho eu que por ser uma conta reativada, na primeira semana já recuperei sem esforço algum de minha parte mais de 100 contatos da conta anterior e ao olhar bem pra esses contatos, vi a MULTIDÃO de adolescentes que sei muito bem que não tem 18 anos e nem perto estão de completar tal idade… Veio então a pergunta: Como um grupo tão grande de adolescentes, que fazem parte de um contexto cristão, que freqüentam uma igreja cristã dominicalmente e que buscam diariamente dar bom testemunho de suas vidas diante de Deus e diante dos homens, pode estar filiado ao ORKUT?

Será que existe alguma clausula de exceção para o acesso do ORKUT por menores de 18 anos? (se há, desconsiderem o texto a partir desse ponto, contudo eu nunca ouvi falar)

Ou será que todos os adolescentes que não tem 18 anos se filiaram ao Orkut com base em informações não verdadeiras a respeito de sua idade?

 

O fato é que parece como proposto no título acima, que MENTIRA já não é mais PECADO… Ou pelo menos nós estamos acreditando no conto do diabo, que existem mentira e mentirinha, mentira branca, mentira permitida…

É pra mim impressionante perceber essas coisas, impressionante e triste, porque afinal de contas, se fosse necessário citar textos bíblicos aqui que dão suporte a minha perplexidade, eu teria que citar os mesmos textos que sempre foram citados, que já foram lidos por nós, nos quais meditamos, e que ouvimos várias pregações sobre esses mesmos textos… Só pra dar uma idéia rápida: “Não vos conformeis com esse século…”; “Aquele que mentia, já não minta mais, antes fale a verdade…”; “Guardo no coração a tua palavra, para não pecar contra ti…”; Paulo ao jovem Timóteo diz “Torna-te padrão entre os fiéis”; “Estai, pois, firmes, cingindo-vos da verdade…”; “deixando a mentira, fale cada um a verdade com seu próximo…”, e por aí vai…

O fato é que se eu quisesse ainda teriam inúmeros textos a serem colocados aí e nós que conhecemos pelo menos um pouco da Palavra de Deus, sabemos que não tem pra onde escapar quando falamos sobre isso…

Então, o que é de fato que está acontecendo (se vc discorda, não vê bem por aí o ponto q eu coloco, aproveite, use os comentários desse blog pra dar sua opinião e com certeza serão úteis todo e qualquer comentário a esse respeito que obviamente não for ofensiva a ninguém…)?

Porque estamos sendo tão coniventes com a mentira, talvez porque em algum ponto da história recente, da qual eu fui excluído de tal conhecimento, a MENTIRA foi oficialmente desconsiderada como PECADO, e sendo assim, eu poderei ser considerado “Ultrapassado”

Lembro-me bem, de que alguns anos atrás, uma menina de minha igreja, ainda pré-adolescente, me procurou na porta da igreja para perguntar por que eu havia recusado seu pedido pra ser minha amiga no ORKUT, e eu falei claramente que ela não deveria estar em um site que exige idade mínima de 18 anos e que por isso não tinha adicionado-a como amiga (bem, depois desse evento, eu passei a relevar essas coisas no quesito adicionar ou não amigos menores de idade, entendendo que isso também é algo que cada menor de idade deveria refletir por si só… contudo decidi escrever esse texto por achar que com um crente no Senhor Jesus, tenho a responsabilidade diante DEle de informar e questionar meus irmãos em Cristo, que ainda jovens e algumas vezes não detentores de uma maturidade bem desenvolvida, estejam cometendo tal deslize).

Desejando então concluir meu ponto de vista, gostaria de deixar algumas perguntas, e peço que aqueles que tiverem interesse postem suas considerações a respeito:

1 – Quando você acessou o ORKUT pela primeira vez, foi você assim como eu, questionado sobre sua idade e informado sobre a norma de idade mínima de 18 anos? Se SIM, porque mesmo assim, você decidiu deliberadamente MENTIR e se cadastrar nesse site?

2 – Será que você ainda acredita que existem momentos em que a VERDADE é relativa? Que se cadastrando no ORKUT, não está ferindo a ninguém e por isso não há mal nessa MENTIRA?

3 – Talvez eu esteja ficando velho, aos seus olhos obviamente, e por isso já não entendo que na adolescência é difícil levar os ensinos de Deus as ultimas conseqüências e não da pra ficar de fora do ORKUT e ser quase que um “excluído digital”, será que essa é uma razão plausível?

4 – Mesmo depois de minha argumentação, e da sua meditação no assunto, e da conclusão clara e direta que você que é menor de idade está em PECADO ao se filiar ao ORKUT, você entende que já que todo mundo faz isso, “eu não posso mudar o mundo sozinho (a)” e por isso acha melhor continuar no erro?

 

Pra encerrar, gostaria de compartilhar uma coisa que aprendi a não muito tempo, e que trouxe libertação ao meu coração…

Um amado pastor me abordou com o seguinte questionamento:

“A Bíblia nos ensina a temer a Deus e respeitar aos homens, mas você já percebeu como nós invertemos esses valores e tememos aos homens e ‘respeitamos’ a Deus?”

Não é isso que temos feito…? Aquilo que ofende os outros e pode ser usados contra nós, nós não fazemos ou escondemos quando fazemos pra não nos “prejudicar”, entretanto, de Deus que tudo vê, nós não escondemos nada e o fato de cometer um errinho aqui ou ali já não nos constrange mais…

Estamos como ouvi o Rev. Samuel Vitalino afirmar outro dia, “abrindo pequenas concessões ao pecado…”

 

 

Leia, pense, responda…

 

Deus possa abençoar a todos nós…

A Fé sincera no Perfeito Sacrifício
19/02/2009

Qual é o sacrifício que Deus exige de nós?

Esse pergunta às vezes assombra nossas mentes, não acham? pois eu acho…

Nos últimos dias eu mesmo tenho sido “assombrado” por esse sacrifício.  Penso nos personagens bíblicos e tento sempre aplicar a minha realidade com os ensinos dos textos e como uma criança que ganha uma cueca de Natal, me frustro a cada dia.

Como um estudante da teologia já deveria ter aprendido algo básico da interpretação das escrituras a qual vou passar pra vocês e espero que seja de boa ajuda… DE TEXTOS NARRATIVOS NÃO SE EXTRAI DOUTRINA.

é fato que nossa linha reformada de interpretação tem o pressuposto acima como uma coluna em nossa compreensão das escrituras.

Nas historias bíblicas devemos ter algo que é mais que uma lição de moral, ou mesmo como um mero relato histórico, vemos na verdade a história da redenção a qual é parte essencial da revelação progressiva do nosso Deus o qual se da a conhecer a nós através também das narrativas históricas que mostram como Ele age diante do seu povo.

Sendo assim, eu vou realmente criar grandes FANTASMAS em minha vida espiritual crendo que “se eu tiver uma fé inabalável como a de Abraão, sacrificarei tudo àquilo que mais amo”, ledo engano.

O que Genesis 22 mostra de uma forma clara é o oposto. Mas Deus não pediu pra Abraão sacrificar o seu único filho?

sim.

Mas prestem bem atenção na fé de Abraão.  No versículo 5 do capitulo 22 de Genesis lemos o seguinte: “E disse Abraão a seus moços: Ficai-vos aqui com o jumento, e eu e o moço iremos até ali; e havendo adorado, tornaremos a vós.”

Deus pediu de Abraão o sacrifício de Isaque, mas Abraão que conhecia bem o seu Deus, sabia que ele e Isaque iriam e os dois voltariam “… e havendo adorado, tornareMOS a vós.” foi isso que Ele creu.

O fato aqui é fácil de entender na seguinte perspectiva.

Deus nunca foca sua provação na queda ou na condenação (isso seria tentação que provém de Satanás), Ele sempre tem o foco na REDENÇÃO.

Como vemos no correr do texto bíblico, foi o próprio Deus quem proveu sacrifício agradável a Ele, poupando assim Isaque e confirmando as palavras do próprio Abraão quando firmado em sua fé no Deus Altíssimo falou a seu filho quando indagado a respeito do cordeiro: “Deus proverá”.

Deus não exige de nós sacrifícios, ninguém precisa sacrificar sua esposa, seus filhos, a pessoa quem você mais ama pra agradar a Deus, pois o único sacrifício verdadeiramente agradável a Deus, é o “Cordeiro sem macula”, Jesus Cristo é o Perfeito Sacrifício.

Prestem atenção a mais uma coisa:

Quem fala a Abraão é Deus? quem o impede de sacrificar seu filho…?

não é Deus, mas é o próprio Jesus Cristo.

“Mas o anjo do SENHOR lhe bradou desde os céus, e disse: Abraão, Abraão! E ele disse: Eis-me aqui.

 

 

 

 

 

O “Anjo do Senhor” é a presença espiritual do próprio Cristo não encarnado, e sendo assim foi Jesus quem disse pra Abraão que o sacrifício já havia sido providenciado pelo Pai.

 

Creiam meus irmãos e irmãs,

é a Graça de Deus que conduz nossas vidas e não sacrifícios pois nós nada temos a entregar a Ele.

é a gratidão pela Graça que nos move a ser santos, a confiar, a esperar mas até mesmo nossa fé, diz Paulo aos Efésios: “é dom de Deus” (EF. 2.8)

não vem de nós, não do nosso sacrifício, mas do Perfeito Sacrifício, Cristo o autor da nossa fé.

 

Soli Deo Gloria